Ciência, Viva!

Ambiente, Arquelogia, Astrologia, Astronomia e outras Áreas Científicas

SAUDE

Tratamento de estrias a laser – Técnicas e resultados

Tratamento de estrias a laser – Técnicas e resultados
3 (60%) 2 votes

O que são estrias?

As estrias são cicatrizes cutâneas da pele. De uma forma muito resumida podemos dizer que as estrias são lesões na pele causadas pelo rompimento das fibras elásticas da pele, formadas por colagénio e elastina. Estas fibras estão alojadas na derme e são responsáveis pela elasticidade e tonicidade da pele.

Estrias

E o que provoca o rompimento das fibras? Este fenómeno ocorre quando se verifica uma hiperextensibilidade da pele, isto é, quando a pele estica demasiadamente e de forma muito rápida (e.g. crescimento acelerado, gravides, obesidade/emagrecimento, etc).

Diz-se que as estrias são irreversíveis. No entanto, na impossibilidade de as remover por completo, existem vários métodos para tratamento de estrias com resultados muito satisfatórios. Quanto mais cedo forem tratadas estas lesões maior será o resultado.

Estas lesões manifestam-se em duas fases:

1ª – Nesta fase inicial, denominada fase inflamatória, as estrias apresentam uma cor avermelhada. As fibras recém-rompidas estão a reorganizar-se o que facilita o tratamento de estrias.

2ª – Nesta fase, denominada de cicatrização, apresentam uma cor esbranquiçada. O tratamento de estrias nesta fase é mais difícil uma vez que a lesão está estabilizada e cicatrizada.

São várias as técnicas utilizadas no tratamento de estrias (e.g. microdermoabrasão, peelings, massagens diárias, aplicação de cremes, aplicação de ácidos, laser, etc.)

Tratamento de estrias por laser

Em qualquer fase em que se encontre a formação das estrias o seu tratamento por laser é muito aconselhado sendo possível obter óptimos resultados.

Tratamento de estrias na fase de inflamação

Quando as estrias são vermelhas, o laser pode ser altamente eficaz em reduzir a vermelhidão e a parar a inflamação. É normalmente utilizado o laser designado por PDL (laser pulsado de contraste) para a coagulação dos vasos (i.e. vascularização da estria). O laser estimula também a produção e remodelação do colagénio e da elastina o que se traduz numa acentuada melhoria da aparência pele.

Tratamento de estias na fase de cicatrização

O mais recente desenvolvimento no tratamento de estrias já cicatrizadas é a terapia com laser de CO2 fraccionado. Este método consiste na administração da radiação lesar de forma fraccionada e controlada. A sua aplicação provoca pequenas lesões verticais (do diâmetro de um fio de cabelo). O resultado do fenómeno da ligeira inflamação provocada, resulta na remodelação do tecido dérmico e no rearranjo da epiderme deixando a pele com um aspecto mais alisada, iluminada e rejuvenescida.

Resultados do tratamento de estrias a laser?

Quanto aos resultados do tratamento de estrias posso-vos testemunhar que são bastantes bons. Tenho duas colegas que sofriam desta patologia. Uma delas, derivado à gravides tinha estrias bastante marcantes na barriga, mas ainda na fase inicial (i.e. inflamatória).

A outra tinha estrias, mas já na fase de cicatrização, nas coxas. Lembro-me que na altura elas eram “histéricas” com o assunto das estrias. Depois de consultarem um dermatologista, Dr. Miguel Trincheiras, o caso acalmou. E realmente tinham motivos para isso. No caso das estrias na barriga estas desapareceram (não são visíveis) e no outro caso as estrias ficaram muito bem disfarçadas, quase não se notam.

Um Bom Ano 2014 sem estrias e histerismos! 🙂

Se sofre com estrias não hesite em marcar uma consulta gratuita até 17 de Janeiro em www.derme.pt

Formada em Tecnologia de Conhecimento e Decisão e com mais de 20 anos de experiencia profissional em Tecnologias de informação. Apaixonado por investigação, inovação, desenvolvimento e novos desafios. Apoiante de causas relacionadas com justiça e solidariedade social. Adora arrancar sorrisos especialmente aos que têm dificuldade em sorrir…